XII EDIÇÃO DO CAMINHO DOS GALEGOS

OU “A FORÇA DA VONTADE”

No respeito e admiração pelo nosso património histórico, rural e natural, decorreu, no passado dia 29 de maio, mais uma edição do Caminho dos Galegos, uma atividade do Plano Anual de Atividades do Agrupamento de Escolas de Penalva do Castelo, com a particular colaboração da Câmara Municipal e ainda das Juntas de Freguesia de Vila Cova do Covelo / Mareco, Castelo de Penalva e Terras de Tavares.

Apesar das adversidades climatéricas que se fizeram sentir, que dificultaram bastante a organização do evento e que impediram a prevista gravação do mesmo, em suporte vídeo, parabenizamos os cerca de 700 “peregrinos” que acorreram ao local e/ou que participaram como figurantes. Trata-se, com efeito, de uma atividade de pedestrianismo bastante conceituada e acarinhada, que tem vindo progressivamente a alargar a área geográfica de origem dos participantes, bem como a diversidade de atividades apresentadas. São de salientar os diversos cenários/quadros históricos recriados. A pequena feira no largo principal de Mareco, ponto de encontro e de partida da caminhada, acolheu tendeiros diversos: taberna medieval, cestaria, encordoamento, fumeiro, artesanato, exposição e venda de velharias, jogos medievais e a escriba de serviço, a relatar os factos. Na partida ou à chegada, as videntes acolhiam quem pretendia a leitura das cartas, na esperança de um futuro auspicioso.

 Após a bênção dos peregrinos na igreja de Mareco, estes iniciaram a marcha pelos caminhos estreitos, ladeados por uma acolhedora e verdejante paisagem, enfeitada de mimosas floridas e de espontâneos rosmaninhos. Encontraram, adiante, entre outros, os Guardas da Ponte, ciosos das suas funções, os jograis, os lutadores, e, para retemperar as forças, nada melhor do que o Hospital do Caminho, que proporcionou uma deliciosa receção gastronómica e musical.

De regresso ao largo, e depois da chuva persistente, aligeirou-se o quadro da Benção dos Peregrinos, estes, exaustos mas bem-dispostos, e deu-se início a um salutar almoço convívio.

Findas as festividades, era chegado o momento do início de outras tantas horas de trabalho…

A Comissão de Finalistas 2016/17 constituiu uma presença simpática no evento. O Curso EFA de Turismo Ambiental e Rural, particularmente nas pessoas de António José Pereira, Ricardo Carvalho e seus formadores, brindou-nos, uma vez mais, com o seu notável desempenho. O Rancho Folclórico de Penalva do Castelo também prestou o seu contributo, através de alguns componentes que colaboraram na dinamização da taberna medieval e na exposição de artefactos rurais.

Também o serviço de secretariado, desta vez, se efetuou de forma significativamente mais célere e eficaz, na medida em que a maior parte dos caminheiros procedeu ao pagamento no ato da inscrição, recebendo, de imediato, os respetivos brindes (um boné, uma vieira e uma caneca). Deste modo, reduzimos as longas filas e o tempo despendido no início da atividade.

Bem hajam, todos aqueles que, de uma ou de outra forma, contribuíram para mais um êxito desta atividade: professores, alunos e funcionários, de um modo geral, curso profissional de Cozinha/Pastelaria, autarquias e respetivos funcionários, bem como diversos membros da comunidade: Associação Cultural e Recreativa de Mareco, Sr. António (pastor local), tendeiros presentes, Sr. Salazar (Amiais), Sr. José Marques (Sezures), Escuteiros (construção da pequena ponte), Grupo Malamados.

Da minha parte, … o melhor que pude e a prova da VONTADE…

QUERER É PODER!

Bem hajam! Até para o ano!

Professora Elizabeth Cancelas